A SACOR > HISTÓRIA


50 ANOS DE TRADIÇÃO E EXPERIÊNCIA

Ano de 1951. Com a mentalidade voltada para a indústria, o jovem empresário português Henrique dos Santos chega ao Brasil, e como outros imigrantes, com o ideal de fazer parte do desenvolvimento de um novo país.

Lendo jornais da época, percebeu uma oportunidade, um desafio, e arriscou: com recursos emprestados, comprou um navio estrangeiro - considerado na época de grande porte - carregado de trigo, encalhado a 3 km da costa do estado de Alagoas.

Decorridos meses de muito trabalho e criatividade, retirou e vendeu a parte aproveitável do trigo. Após o conserto do furo no casco, com a ajuda de mergulhadores, retirou a água dos porões e utilizou um forte rebocador para desencalhar o navio, que logo depois foi vendido para uma siderúrgica do Nordeste. No entanto, todo o bronze retirado foi separado e levado para o Rio de Janeiro, onde encontraria melhor aproveitamento.

Foi do lucro dessa verdadeira aventura e com as cerca de 40 toneladas de bronze retiradas
do navio que nasceu, em 1959, a SACOR.